Recursos Ciência Viva

Role Play: Laboratórios e Simuladores Virtuais

Horácio Fernandes (Físico), José Matos (Biólogo), Pedro Gamito (eHealth), Susana Constantino (Bióloga)



Nível de ensino

12.º Ano | 4.º Ano | 6.º Ano | 9.º Ano | 10.º Ano | 11.º Ano | Ensino à distância

Área disciplinar

Ciências Naturais | Estudo do Meio | Biologia | Biologia e Geologia

Área temática

Alimentação | Corpo humano | Medicina | Saúde

Palavras-chave

coracao | corpo humano | doencas

Duração

39 minutos

Tipologia

Vídeo

Ao favorecer a interação dos alunos com conteúdos educativos ou a replicação de práticas laboratoriais com alto grau de fiabilidade, os laboratórios à distância e plataformas de interação virtual, funcionam como catalisadores para a promoção do conhecimento e motivação dos jovens.
Nesta conversa, contamos com a participação de Susana Constantino, diretora e investigadora do Centro Cardiovascular da Universidade de Lisboa, responsável pelo desenvolvimento da aplicação EduCoração, Horácio Fernandes, investigador do Instituto Superior Técnico e fundador do e-lab, Pedro Gamito, investigador da Universidade Lusófona cujo trabalho se tem focado no uso de tecnologias de informação aplicadas à área da psicologia e saúde mental, e José Matos, bastonário da Ordem dos Biólogos.


Os Clubes Ciência Viva funcionam nas escolas como espaços abertos de contacto com a ciência e a tecnologia, para a educação e para o acesso generalizado dos alunos a práticas científicas, promovendo o ensino experimental das ciências. São o resultado de parcerias sólidas com Universidades, Centros de Investigação, Museus e Centros de Ciência, Empresas, Associações e ONG´S que fomenta a interdisciplinaridade e a abertura das escolas à comunidade.