Centro de Formação Ciência Viva - Ações de curta duração

 

O Centro de Formação Ciência Viva é reconhecido pelo Ministério da Educação, desde 2007, através do Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua de Professores, com o número CCPFC/ENT-NI-161/20. A atividade da Ciência Viva ao nível do desenvolvimento profissional/formação distingue-se pela proximidade da comunidade científica, pela metodologia inovadora focada no IBSE e nas dinâmicas de trabalho directo com professores, onde estes estão no centro de todo o processo formativo, e pelo contexto em que decorrem as aprendizagens.

 

AÇÕES DE CURTA DURAÇÃO

 

As Ciências Experimentais na Educação Pré-Escolar: Recursos Ciência Viva

Educadores (grupo de recrutamento 100)

A ação de formação tem como objetivo contribuir para a formação dos educadores na implementação do trabalho experimental das ciências com as crianças. Pretende-se capacitar os docentes para a utilização dos recursos disponibilizados pela Ciência Viva como ferramenta promotora e facilitadora do desenvolvimento de atividades baseadas na metodologia de projeto e IBSE (Inquiry Based Science Education), e que se enquadrem nas OCEPE (Orientações para a Educação Pré-Escolar).

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

10 e 12 de março de 2021, das 17h00 às 19h00 | Inscrições aqui | Gratuita

Consulte mais informações aqui. 



Nativas, Exóticas e Invasoras: Quem, Onde e Como?

Professores dos grupos de recrutamento 110, 230 e 520

Atualmente mais de um milhão de espécies animais e vegetais estão em risco de extinção, sendo por isso urgente promover a conservação da biodiversidade, através de um envolvimento efetivo e pró-ativo de todos nós. Mas qual biodiversidade? É suficiente garantirmos que ao nosso redor existe um número elevado de espécies de plantas e de animais? É indiferente que essas espécies cresçam naturalmente ou que tenham sido trazidas por nós? É mesmo verdade que a simples introdução de uma espécie nova numa região pode provocar um enorme desequilíbrio ambiental?

Durante esta ação de formação, em formato online, será feita a distinção entre espécies nativas, exóticas e invasoras, tanto animais como vegetais, e serão discutidas as causas da existência de espécies exóticas no nosso país, e as razões por que algumas se tornaram invasoras. Será feita também uma reflexão conjunta sobre a importância da conservação da biodiversidade nativa.

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

15 e 17 de março de 2021, das 18h30 às 20h00 | Inscrições aqui | Gratuita

Consulte mais informações aqui. 


Cada macaco no seu galho ou as regras da Taxonomia

Educadores e professores dos grupos de recrutamento 100, 110, 230 e 240

No dia-a-dia, existe a necessidade constante de classificar coisas… os objetos que colecionamos, a roupa nos nossos armários (por cor, tipo de vestuário, estação do ano), os produtos que se encontram à venda nas lojas e supermercados… é, aliás, graças a essa organização que sabemos que nos devemos dirigir à secção das bebidas quando queremos comprar uma garrafa de água, sem ter a necessidade de percorrer todos os corredores do supermercado à sua procura.Quando nos deparamos com uma grande variedade de objetos, temos tendência para reunir em grupos os que consideramos semelhantes, classificando-os. Esta é uma característica inerente ao ser humano, que facilita a compreensão do mundo ao seu redor e simplifica as tarefas do quotidiano. Esta classificação em grupos distintos poderá mesmo ter surgido com o Homem primitivo que, para a sua sobrevivência, sentiu necessidade de identificar os seres vivos em: perigosos e não-perigosos, comestíveis e não-comestíveis, … A diversidade de seres vivos é de tal ordem que até os próprios cientistas sentiram a necessidade de proceder à sua distribuição e classificação em diferentes grupos. Mas, se cada sistema de classificação usa diferentes critérios, então como devem ser classificados os animais? A Taxonomia define as regras e é ela que “dá nomes” a cada grupo que se forma. Esta ação de formação de curta duração explora como os organismos biológicos se podem definir e classificar com base nas suas características comuns e qual a importância desta organização para o conhecimento geral do mundo, para a realização de estudos científicos e até para o nosso dia-a-dia.

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

11 e 18 de março de 2021, das 17h30 às 19h30 | Inscrições aqui | Gratuita

Consulte mais informações aqui.


Vírus: bons, maus e vilões

Professores dos grupos de recrutamento 230 e 520

O protagonismo atribuído, normalmente, aos vírus está relacionado com a sua capacidade para causar diversas doenças, mas… poderão também existir vírus “bons”? A investigação científica tem obtido resultados que apontam nesse sentido e, atualmente, são já vários os estudos que analisam o seu possível papel na promoção da saúde.
Embora os vírus sejam frequentemente estudados como agentes patogénicos, muitos são benéficos para os seus hospedeiros, e graças à sua capacidade de infetar uma grande diversidade de organismos, à velocidade à qual se multiplicam no interior das células e às mutações sofridas, as partículas virais são a maior fonte de inovação genética… e até de inspiração para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas.
Neste sentido, esta ação de formação de curta duração explora a surpreendente biodiversidade dos vírus, a sua estrutura e estratégias de atuação, assim como a importância de estes começarem a ser considerados não só como causadores de doenças, mas também como, potencialmente, benéficos para a saúde dos seus hospedeiros, sem esquecer os mais recentes avanços da engenharia biotecnológica na área do desenvolvimento de vetores virais para terapia.

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

23 e 25 de fevereiro de 2021 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.


Machine Learning I

Professores dos grupos de recrutamento 110, 240, 510, 520 e 530.

As técnicas de inteligência artificial e de machine learning estão a transformar a forma de como são abordados os problemas do mundo real em praticamente todos os setores de atividade e o ensino não é exceção. Todos os dias, todos usamos sistemas e aplicações que dependem de machine learning, desde as aplicações do nosso telemóvel às sugestões da nossa smartTV.

Este curso pretende ser um impulso para uma utilização cada vez mais frutífera da programação dentro das nossas escolas. Pretende apresentar os conceitos, os princípios e as implicações do machine learning ajudando os professores a treinar modelos simples de machine learning e a usá-los para criar jogos e projetos interativos. Desta forma sentir-se-ão mais capazes para o desenvolvimento de atividades cada vez mais autónomas nas áreas da programação, machine learning e inteligência artificial.

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

27 de fevereiro de 2021 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


"Todos diferentes e nunca iguais” - A diferenciação pedagógica como ferramenta de inclusão

Professores do 3º ciclo e do ensino secundário

Uma educação inclusiva significa assegurar o acesso a todas as crianças em idade escolar e o seu sucesso, independentemente da sua condição social, racial, cultural, de saúde ou de outras. Para que este objetivo seja possivel é necessário oferecer instrumentos que proporcionem mudanças práticas e efetivas no quotidiano escolar, considerando fundamental que professores atualizem as suas práticas. Ao promover o desenvolvimento de estratégias diversificadas, o professor tornar-se-á um facilitador, um verdadeiro construtor de ambientes de aprendizagem.

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

20 de fevereiro de 2021 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.



Treino de Astronautas

Professores 2.º e 3.º ciclos, em particular para o grupo de docência 620

Nesta ação de formação iremos debater os impactos da exploração espacial tripulada. Porque é que enviamos astronautas para o Espaço? Iremos abordar as condições especiais existentes na Estação Espacial Internacional e a importância do trabalho dos astronautas. Através de uma série de exercícios desenvolvidos para a Missão X, pela Faculdade de Motricidade Humana, iremos demonstrar alguns dos efeitos de viver no espaço no corpo humano. 

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

23 de janeiro de 2021 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


 Apps no ensino da Física e da Química: Sensores do telemóvel

Código de docência 510

Nesta ação de formação pretende-se capacitar os professores para a utilização de aplicações que usam os sensores do telemóvel para a realização de atividades práticas. Além disso dar ferramentas aos professores para sensibilizar os alunos para o uso do telemóvel, instrumento essencial no dia a dia, em aplicações tecnológicas como elemento de pesquisa científica, como seja na recolha de dados e respetiva análise.

No dia da formação é necessário ter um smartphone e um computador ou tablet.

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

06 de fevereiro de 2021 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


Educação Ambiental: Do conhecimento à ação

Código de docência 110, 230 e 520

A educação ambiental é um processo de aprendizagem que deve abranger todas as pessoas. Só o conhecimento sobre o mundo natural, e as ameaças a que está exposto, é que poderá promover a sensibilização para as questões ambientais e o desenvolvimento de um pensamento crítico, que leva à participação ativa de todos os cidadãos. Esta ação de formação online será um momento de reflexão e de discussão sobre os problemas ambientais que podemos encontrar à nossa volta, e sobre as suas causas. Serão também discutidas diferentes formas de contribuir para a resolução dos problemas ambientais identificados, a nível individual ou coletivo.

Local da Formação

Formação online (plataforma zoom)

Data da Formação

16 de janeiro de 2021 | Inscrições Encerradas| Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


Fósseis na cidade

Código de docência 520

As cidades, tal como as nossas casas e as nossas escolas, são construídas de materiais geológicos (de pedra, de areia, cascalho, barro, asfalto, etc.) e, com esses materiais, são trazidos para o ambiente urbano muitos fósseis que esperam um olhar mais atento para poderem ser vistos e devidamente apreciados. Com esta acção de curta duração, pretende-se que os professores desenvolvam em conjunto com os seus alunos, actividades de exploração em Paleontologia. Como exemplo, vamos fazer um percurso urbano em Lisboa e abrir uma página da história da vida na Terra. 

Local da Formação

Estação de metro do Rato (junto à fonte, perto da pastelaria 1800).

Data da Formação

17 de outubro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


Infraestruturas verdes na cidade

Código de docência 230 e 520

Restaurar habitats naturais e construir infraestruturas sustentáveis são desafios europeus. Por infraestruturas verdes entende-se uma rede de áreas naturais e seminaturais saudáveis e estrategicamente geridas, que servem os interesses das pessoas – fornecendo uma ampla gama de serviços prestados por ecossistemas – e protegem a biodiversidade em ambientes rurais e urbanos. 

Esta ação de formação de curta duração aborda a importância das infraestruturas verdes, através da exploração do espaço envolvente, da problematização e do debate de alterações e intervenções que contribuam para a sustentabilidade ambiental das áreas urbanas. As alterações sugeridas devem visar a obtenção de benefícios ecológicos, económicos e sociais através de soluções baseadas na natureza.

Local da Formação

Jardim das Ondas – Parque das Nações, Lisboa

Data da Formação

17 de outubro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.


Um ecossistema aqui ao lado

Código de docência 520

Um ecossistema é composto por organismos vivos que interagem entre si e com o ambiente à sua volta, mas precisamos de ir muito longe para explorar um ecossistema? Muitas vezes basta um olhar atento para o pátio da escola ou para um jardim próximo para conseguir observar um ecossistema e identificar os seus diferentes níveis de organização, mas também as perturbações a que está exposto. Durante esta ação de formação serão apresentadas metodologias e ideias para que os professores possam explorar o tema dos ecossistemas com os seus alunos, em espaços exteriores e promovendo uma aprendizagem realizada fora da sala de aula.

Local da Formação

Parque José Gomes Ferreira (Mata de Alvalade)

Data da Formação

10 de outubro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


Fontes sonoras: Ver o som

Código de docência 510

Mesmo sem pensar recolhemos imensas informações diariamente apenas através dos sons que recebemos. Um carro que passa, uma ambulância que se aproxima ou se afasta, os pássaros que ouvimos no parque, uma mensagem no telemóvel, etc. Nesta ação pretende-se um olhar diferente sobre os conceitos científicos, neste caso sobre o som.  Explorando o espaço fora da sala de aula, vamos conhecer e interpretar o que nos rodeia.

Local da Formação

Jardins da Água – Jardim de Ulisses (A Girafa), Parque das Nações

Data da Formação

10 de outubro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


Metodologias no ensino das Ciências II (Dramatização no ensino das Ciências)

Códigos de docência 230, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 550, 600

Nesta ação de formação, pretende-se capacitar os professores para a aplicação da expressão dramática e de alguma capacidade de improvisação como metodologia prática no ensino das ciências. Pretende-se desta forma ajudar os professores a promover o diálogo e a interação entre os alunos de uma forma inovadora. Dinamizaremos um debate sobre um tema relacionado com a ciência, no qual os formandos serão divididos em dois grupos e desafiados a interpretar diferentes personagens. Os formandos terão que defender o ponto de vista do personagem que lhes for atribuído. Por sua vez, estes estarão direta ou indiretamente relacionados com o tema do debate e serão previamente definidos pelos formadores para o efeito.

Esta ação inclui também uma pequena introdução à metodologia proposta e ao tema que for proposto para o debate, que estará relacionado com a ciência e a atualidade.

Locais de Formação

Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva.

Datas de Formação

3 de Outubro 2020 e 10 de Outubro 2020* | Inscrições Encerradas | Gratuita

* Devido às restrições impostas pela DGS esta ação será desdobrada em duas datas, sendo abertas as inscrições para dois grupos.

Consulte mais informações aqui.

 


Metodologias no ensino das Ciências I (Dois exemplos práticos)

Códigos de docência 230, 420, 500, 510, 520

As metodologias de ensino têm um papel fundamental no processo de incremento da autonomia do aluno na aprendizagem. Ao integrar estratégias, técnicas e atividades aplicadas a diferentes situações do dia a dia ou vividas em sala de aula, têm como objetivo, entre outros, propiciar condições para que o aluno se possa apropriar de novos conhecimentos e os possa aplicar a novas situações. Nesta formação pretende-se trabalhar essencialmente o Inquiry -  based learning e Problem-Based Learning.

Locais de Formação

Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva.

Datas de Formação

3 de Outubro 2020 e 10 de Outubro 2020* | Inscrições Encerradas| Gratuita

* Devido às restrições impostas pela DGS esta ação será desdobrada em duas datas, sendo abertas as inscrições para dois grupos.

Consulte mais informações aqui.

 


As rochas e a cidade

Código de docência 110 e 230

A nova organização curricular tem dado destaque à relevância do trabalho de campo no ensino das ciências da Terra, através do aumento da relação entre a escola e o meio envolvente. Acresce ainda que a pandemia que estamos todos a vivenciar vem colocar uma pressão ainda maior nos professores para que alterem as metodologias e que utilizem outros locais dentro e fora da escola como sala de aula, explorando todas as suas potencialidades.

Neste contexto pretendemos que os professores familiarizem os seus alunos com o espaço envolvente à escola ao mesmo tempo que aprendem a observar, a problematizar e a compreender os processos que são lecionados nas ciências da Terra através de uma saída de campo, ao espaço envolvente ou na própria escola. Propomos que seja desenvolvida uma atividade com os alunos, através do modelo de Orion (1989) assente em três etapas: a fase da preparação, a aula de campo e a fase de síntese.

Local da Formação

Exterior, junto à porta de saída do Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva

Data da Formação

03 de outubro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

  


Águas residuais: prevenir antes de tratar

Código de docência 110 e 230

No nosso quotidiano, recorremos ao consumo de água para uma imensa variedade de atividades. E, apesar da redução desse consumo ser já uma preocupação para a maioria dos cidadãos, raramente nos interessamos pelo destino que terá a água que descartamos…

Esta ação de formação de curta duração aborda a temática das águas residuais, explorando algumas causas para a sua contaminação, debatendo medidas de redução e exemplificando métodos de tratamento.

Local da Formação

Jardins da Água – Parque das Nações, Lisboa

Data da Formação

03 de outubro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


Biodiversidade animal

Código de docência 100, 110 e 230

Uma cidade cheia de edifícios, trânsito e pessoas será o último local onde se espera encontrar vida selvagem, mas, tal como nós, os animais adaptaram-se a viver neste ambiente. Observar a biodiversidade animal será o ponto de partida para uma exploração do pátio da escola, um parque ou jardim da cidade. Desde pequenos insetos até aves com cantos que nos encantam, vamos partir à descoberta de pistas para os identificar, descobrir as suas principais características e relações com o ambiente que os rodeia.

Esta ação de formação irá apresentar uma nova abordagem para a aprendizagem dos conteúdos curriculares ligados aos animais, das disciplinas de Estudo do Meio (1.º Ciclo do Ensino Básico) e de Ciências Naturais (2.º Ciclo do Ensino Básico). Durante a ação de formação serão exploradas metodologias e apresentadas ideias de atividades para que os professores possam abordar o tema dos animais com os seus alunos, tirando partido dos espaços exteriores, e promovendo uma aprendizagem totalmente realizada fora da sala de aula.

Local da Formação

Parque do Calhau, Rua António Macedo, Lisboa (Parque Florestal de Monsanto).

Data da Formação

26 de setembro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


As estórias que as plantas nos contam

Código de docência 110 e 230

Não há melhor forma de aprender botânica do que sair da sala de aula e ir para junto das plantas. No pátio da escola, num jardim da cidade, ou até num pequeno descampado, é possível observar uma grande diversidade de plantas, desde as (aparentemente) mais frágeis até às mais imponentes árvores. Que estória cada uma destas plantas nos pode contar? 

Durante esta ação de formação serão exploradas metodologias e apresentadas ideias de atividades para que os professores possam abordar o tema das plantas com os seus alunos, tirando partido dos espaços exteriores e promovendo uma aprendizagem totalmente realizada fora da sala de aula.

Local da Formação

Jardim da Estrela, Lisboa

Data da Formação

26 de setembro de 2020 | Inscrições Encerradas | Gratuita

Consulte mais informações aqui.

 


Ver mais informações sobre o Centro de Formação Ciência Viva   

 



PROJECTOS


SOBRE

Agência Ciência Viva

Missão

Sustentabilidade e Responsabilidade Social

Valores

Visão

Associados

Equipa

Logotipo - Download

Parceiros Internacionais

Imprensa

Regulamento - Rede de Centros Ciência Viva

Politica de Privacidade

CONTACTOS

Correio electrónico

Politica de Privacidade

Tel: (+351) 21 898 50 20

Fax: (+351) 21 898 50 55

Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva
Largo José Mariano Gago n.º1
Parque das Nações
1990-073 Lisboa, Portugal


NEWSLETTER