Recursos Ciência Viva

Cientistas portuguesas caracterizam alvo terapêutico para combater a covid-19

Autoria: Público



Nível de ensino

12.º Ano | 7.º Ano | 8.º Ano | 9.º Ano | 10.º Ano | 11.º Ano

Área disciplinar

Ciências Naturais | Biologia

Área temática

Biologia | Genética | Microbioma | Saúde

Palavras-chave

coronavirus | COVID-19 | SARS-CoV-2 | terapia | virus

Tipologia

Artigo jornal

Após um ano de pandemia, a combinação de um modelo computacional com um estudo bioquímico revela pistas cruciais para se atingir um determinado alvo no SARS-CoV-2 e enfraquecer este vírus, abrindo-se assim um possível novo caminho para combater a covid-19. Tudo aconteceu no Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB), da Universidade Nova de Lisboa, e este artigo do jornal Público desvenda o processo de "domesticação" do vírus que permitiu caracterizar uma proteína cujo "silenciamento" permitirá o desenvolvimento de fármacos para combater a covid-19.


Os resultados apresentados neste artigo correspondem ao trabalho de investigação desenvolvido, desde maio de 2020, pelo grupo liderado por Cecília Arraiano, no Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB), da Universidade Nova de Lisboa.


CONTACTOS

Newsletter

Inscreva-se